Você sabe o que é um parque solar?

Os sistemas fotovoltaicos, instalados em residências, são utilizados para a produção de energia elétrica e seu consumo próprio. Já o parque solar, consiste na instalação de grande porte que fornece grandes quantidades de energia para a distribuição, através da energia proveniente do sol.

 

O mercado do parque solar se desenvolveu consideravelmente no Brasil nos últimos anos. Além de ter como base uma fonte inesgotável e um apelo sustentável, a solução é considerada cada vez mais competitiva, pois possui baixos custos de manutenção, alta produtividade e vida útil longa, compensando o investimento inicial. Mas como funciona? Continue a leitura para descobrir!

 

O que é um Parque Solar Fotovoltaico?

 

Basicamente, é um complexo de placas solares, sendo um sistema de grande porte, ou seja, acima de 75kwp de potência. É projetado para a produção de uma grande quantidade de energia. Pode ser construído junto ao local de consumo ou em uma área específica.

 

O parque solar é utilizado para gerar uma grande produção de energia elétrica e, posteriormente, distribuir essa energia em alta tensão através de redes de transmissões para diversos consumidores. A maioria dos parques solares que se enquadram na mini geração no Brasil, são construídos sobre o solo ou sobre a cobertura de alguma edificação já existente.

 

Como funciona?

 

Os parques solares são constituídos de milhares de painéis solares que possuem células fotovoltaicas. Essas células captam a luz do sol e transformam em energia elétrica, por meio do efeito fotovoltaico. A energia captada se direciona para um inversor de frequência que possui a finalidade de transformar a corrente contínua para alternada. Por fim por meio das concessionárias, a energia é fornecida para as residências, comércios, e outras unidades consumidoras.

 

O local de instalação do parque solar impacta diretamente na forma da conexão. Em geral os módulos fotovoltaicos são fixados ao solo, com estruturas específicas. Mas também podem ser construídos em “trackers”, que são formas que acompanham o movimento do sol. Esses trackers são programados para calcular o ângulo do sol e posicionam os painéis de acordo com esse ângulo. Assim há um aproveitamento maior da incidência solar.

 

Os parques remotos (que não são instaladas no local de consumo), seguem um processo de conexão diferente do que aqueles conectados junto à carga (local de consumo). Sendo assim, é necessário que a energia produzida pelas placas seja entregue a uma subestação, sempre devendo seguir as regras e normas da distribuidora responsável pela área de concessão.

 

A vantagem do parque solar, assim como o sistema fotovoltaico, está ligada ao fato de poder ser utilizada para a geração de eletricidade em residências, comércios, indústrias e propriedades rurais, além de ser uma fonte de energia renovável.

 

Conseguiu tirar todas as suas dúvidas sobre parque solar? Entendeu a diferença para um sistema fotovoltaico? Deixe seu comentário e esclareceremos suas dúvidas! Acompanhe nossas redes sociais para saber mais sobre Energia Solar!

 

Fale com um de nossos especialistas ou acesse nosso site e faça uma simulação gratuita!

 

Compartilhar:

Veja mais conteúdos

Você conhece todos os componentes de um sistema fotovoltaico?

Para produzir a energia através do sol, o sistema fotovoltaico possui alguns componentes básicos. Para esclarecer tudo isso, preparamos um artigo especial para você poder entender quais são esses componentes, suas funções, e também as principais características do sistema de energia solar.

Quais as vantagens da Energia Solar? Listamos as 10 principais!

Entre tantos benefícios que a energia solar promove, listaremos 10 vantagens que você tem ao gerar a sua própria energia.

Você já sabe o que é um sistema de energia solar fotovoltaica?

A luz do sol, além de todos os benefícios e de ser essencial para a vida na Terra, pode ser aproveitada para a geração da sua energia!